Terror político

AV cover
A propósito do mui discutido referendo de amanhã, muito se fala e muito se ouve sobre política nestes dias. E por vezes as conversas prolongam-se e fogem ao tema específico alargando-se o assunto às ideologias gerais e ao posicionamento político de cada um. Somos de esquerda, de direita ou de centro esquerda que ainda apanha um bocadinho da direita? A maior parte das pessoas parece nem saber muito bem, mas uma das formas de descobrir o “lado” da nossa visão sobre o que o mundo é e o que deveria ser está nas pequenas escolhas e opiniões que fazemos e defendemos dia após dia.
Para quem anda perdido, pode começar por analisar… os seus gostos cinematográficos, mais especificamente no que concerne aos filmes de terror. O A.V. Club compilou num artigo verdadeiramente curioso (e cómico) duas listas de filmes de terror de diferentes épocas: os filmes de esquerda e os filmes de direita. Alguns óbvios, outros dissimulados e muitos que tenho a impressão que nunca tiveram qualquer intenção política por detrás. No entanto, a profissão do assassino em causa, quem morre primeiro ou se os “maus” estão em maioria ou minoria são aparentemente características que reflectem convicções sociais ou políticas e descobrir os tiques políticos dos horror flicks que todos conhecemos tem a sua piada. E apesar da sensação de bizarro, no fim da leitura… tem até uma certa lógica.
Só para ficarem com uma ideia, segundo este artigo os militantes de esquerda ficarão mais contentes com filmes como Land of the Dead (George A. Romero, 2005), Eyes Without a Face (Georges Franju, 1960), American Pshyco (Mary Harron, 2000), They Live (John Carpenter, 1988), ou Body Snatchers (Abel Ferrara, 1993), enquanto que aqueles com maior inclinação para a direita preferirão The Exorcist (William Friedkin, 1973), The Last House on the Left (Wes Craven, 1972), The Exorcism of Emily Rose (Scott Derrickson, 2005) ou um qualquer slasher, com o assassino a matar um grupo de adolescentes bem-parecidos um a um.
Se não conseguem descortinar qual a relação, o melhor é mesmo ler o artigo completo. E não se assustem, a preferência por qualquer dos filmes mencionados não implica a afiliação com qualquer partido ou ala política.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: