As Estrelas nem sempre estão longe

SW
Guerra das Estrelas. Um título familiar a todos, um prazer para muitos e uma paixão para alguns. Confesso, nunca tentei descodificar a linguagem dos Wookies, não tenho um fato de Princesa Leia no guarda-fatos, nem o fascínio pela saga me vem da infância. No entanto, já desde os tempos idos da adolescência a obra de George Lucas me deixa maravilhada a observar o ecrã avidamente, levando-me a mundos nunca vistos mas onde no fundo sempre quis ir. A complexidade e a magnitude do universo de Star Wars, o seu detalhe e cuidado, impressos e expressos em cada película, cativou-me inteiramente e sempre me deixou a magicar por muito tempo já depois do fade-out final e dos créditos rolarem sob o fundo negro, ao som da música majestosa.
Assim, posso dizer que neste momento me sinto defraudada. Quando me inteiraram da grande exposição sobre a saga que vinha a caminho do nosso país, foi uma festa. Tive que esperar bastante tempo, arranjar um dia livre e de convencer a boleia, mas lá fui eu para a nossa bela capital, com o Museu da Electricidade como destino. E como diz o outro, eu bim de Braga. Fui, vi, tirei fotografias e até comprei uma caneca em forma de Yoda. Só a cabeça. Pode ser estúpido, mas eu não resisti. Principalmente porque devido aos desígnios insondáveis dos génios de marketing do nosso país, a do Darth Vader era bastante mais cara e o resto do merchandising era de 100 euros para cima, chegando a atingir a bela quantia de 800 euros. Contentei-me. Concluindo, gostei muito, a exposição é muito completa e fascinante para quem gosta de memorabilia cinematográfica. O próprio Museu da Electricidade é bastante impressionante e a sua arquitectura e maquinaria restaurada enquadram-se lindamente com a exposição propriamente dita. Diga-se, adorei.
O que não impede que a seguinte notícia, disponível no site da UAU, a empresa organizadora do evento, me trouxesse um enorme desalento e uma súbita vontade de descobrir quantas vezes pode um ser humano bater com a cabeça na parede antes de cair redondo sem sentidos. Passo a citar:
STAR WARS no Porto
Depois do sucesso em Lisboa, STAR WARS-A EXPOSIÇÃO segue para o Porto.
A partir de 2 de Fevereiro na EXPONOR – Pavilhão 7 (…)”
O resto é história. De qualquer modo, esta é definitivamente uma boa notícia, especialmente para os fãs nortenhos da mais famosa Guerra intergaláctica. Mais em particular, para aqueles que ainda não fizeram mais de 300 quilómetros para ver a mostra.
Vamos mas é ver o lado bom do acontecimento, provavelmente inda dou lá mais um saltinho, já que ir à Invicta quase aqui ao lado não custa nada. Vale a pena, e recomenda-se. Para fãs.

1 Comentário »

  1. Tricky Said:

    “O que não impede que a seguinte notícia, disponível no site da UAU, a empresa organizadora do evento, me trouxesse um enorme desalento e uma súbita vontade de descobrir quantas vezes pode um ser humano bater com a cabeça na parede antes de cair redondo sem sentidos”

    Sabes que tens aqui um amigo para te ajudar nessa causa😉

    Beijinhos **


{ RSS feed for comments on this post} · { TrackBack URI }

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: