The Prestige e Babel – O privilégio de estranhar

The PrestigePara começar gostaria de congratular os sortudos que terão o privilégio de poder assistir como deve ser – num ecrã de cinema – a dois dos filmes mais badalados do início deste novo ano.

Quanto a Babel, nem preciso de me alongar em explicações, pois estando à frente da corrida aos Globos de Ouro, e tendo gozado de grande sucesso em Cannes, já toda a gente ouviu falar, e provavelmente se prepara para ver, isto quem já nao viu, quanto mais não seja, graças às maravilhas da pirataria.

The Prestige, do brilhante Christopher Nolan que nos deu Memento, Batman, o Início, e Insomnia, é protagonizado por Christian Bale e Hugh Jackman e foi extremamente aclamado pela crítica, tendo a curiosidade de ser o segundo filme do ano a levar-nos ao mundo da magia e do ilusionismo nos inícios do séc. XX, tendo sido o primeiro O Ilusionista. Este, não sendo um filme brilhante, ainda fez as minhas delícias, pela premissa, pela fotografia impressionante, por Paul Giamatti, e claro, por Edward Norton, genial, brilhante e intenso, como sempre.

Assim, penso que será natural e compreensível o meu desejo de ver estas obras – e na grande tela, como Deus quis que fossem vistos os grandes filmes.

Mas não. Não há cá disso. É que eu até pensava que vivia numa das maiores e mais jovens cidades do país, que ainda tem quase 20 salas de cinema, distribuídas por dois 2 shoppings de dimensão considerável.

Mas ás tantas, parece que não chega. Lá teremos que arrastar a companhia para o Norteshopping, não é?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: